Writings‎ > ‎

Meu mundo

Um homem começa a ser exposto a ficção cult que faça pensar sobre metafísica, psicologia, filosofia (Primer, Donnie Darko, Matrix, Vanilla Sky, Truman, Platão)
Um novo colega de trabalho é quem comenta das obras e declara que vai indicã-las na ordem de complexidade.
Quanto mais o homem é exposto, mais ele começa a raciocinar sobre a própria existência.
Ele começa a fica obcecado e começa a filosofar sobretudo, tendo muita dificuldade para viver o dia a dia. Ele começa a ver sinais em tudo.
Ele lembra-se de que quando era pequeno, imaginava que os adultos o mandavam dormir porque queriam discutir sobre ele - ele se lembra de que tinha sonhos onde na sala da sua casa, à noite, aparecia um flamingo querendo pegá-lo.
Ele então conclui que o mundo que ele vive foi feito para que ele tenha uma experiência, como Truman. Nada é real e é tudo feito para ele. Então ele precisa descobrir porque. E como sair desse mundo. E se existem outras pessoas...

Ainda não sei o desfecho. Mas ele pode passar o resto da vida esperando pelo último sinal... Ele pode concluir que a morte é a saída: existe um equilíbrio entre a vida e a morte, que a vida não deve ser tão ruim, a ponto de fazer a morte tão boa, e vice-versa.

Comments